09/01/2012

Som da Velha


Olá Pi, KG e Porã!

Escuto o programa de vocês quase todos os dias. Toda vez que escuto a história de alguém, me sinto mais próxima dessas pessoas e, de alguma forma, de vocês. Sempre penso: um dia preciso escrever a minha história para o som da velha. Mas, nunca sobra tempo. Hoje, coloquei isso como prioridade e segue a minha história.

Quando eu tinha quase 15 anos, conheci em uma festa, uma turma que já morava no meu bairro, mas que pelas diferenças eu não tinha amizade. Eram meninos que se vestiam de preto, usavam faixas nos pulsos e que só escutavam som pesado. Pensei: “festa estranha com gente esquisita...”. Pessoas que depois desse dia marcaram minha vida e por longos anos foram minha segunda família. Tinham apelidos pouco comuns. Era uma turma grande, formada por integrantes como o Cabeça, o Garni, o Buero, o Nasal, o Butt, o Cris, o Pit, além do Diogo, Roger entre outros que apareciam e desapareciam. Foi nessa fase, após os 15 anos, que descobri bandas como o KISS, GUNS e METALLICA.

O tempo passou e cada um foi para seu lado. Muitos já não moram na Hércules (Canoas/RS) e outros não sei nem se ainda estão por Canoas. Mas, é impossível ouvir essas bandas e não lembrar das noites frias de inverno cantando ao som do violão e das festas de garagem com a banda couver dos meninos.

Então, hoje dedico o Som da Velha a todas as pessoas que participaram dessa turma em algum momento. Além das pessoas que ficaram dessa amizade: as namoradas e esposas dos meninos: Débora, Elisângela, Aline e Melissa! Espero um dia por reencontrar todos e juntos cantar a música que era tema dos encontros: Rock Roll on Night, do Kiss. Esse é o meu pedido!


Foto: eu, Melissa, Aline, Elys e Dé

3 comentários:

wcastanheira disse...

Pipoca, gosto muiito deles, animam, divertem nosso amanhecer, pra um carinho do tio Castanha

Elizangela Amaral disse...

Saudades dessa época

Elizangela Amaral disse...

Que saudades