26/05/2010

Começo de algum fim?


Ontem me peguei pensando: estou ficando velha. Percebi isso, quando me deparei reclamando de coisas e lugares que sempre gostei muito. Refleti: o lugar mudou? Eu mudei? Não! Eu envelheci. Hoje, isso piorou quando vi de longe o meu ex-professor de Educação Física da 5ª série. O tempo passa, a vida voa. O mês de maio está no fim e eu nem terminei de pagar as contas do mês. Logo, começa tudo de novo e eu nem finalizei os trabalhos e tarefas pendentes. O dia está virando e eu ainda não lavei todas as roupas e coloquei tudo no seu devido lugar.

Será que é o início de um caos mundial de falta de tempo? Ou será o começo de algum fim muito próximo? Sinceramente, eu não sei. Mas, uma coisa é certa. Perdi o “fio da meada” em algum momento. Na verdade, pensando melhor, acho que eu não vi os últimos cinco anos passarem. Estamos sempre correndo, sempre com pressa, sempre “conectados”, sempre atrasados (porque é impossível dar conta de tudo) e a vida vai passando.

Acho que quem desenhou o roteiro do “filme seres humano”, esqueceu de colocar intervalos, comerciais e até um making of. A idade vai chegando, talvez minha crise dos 30 tenha chegado antes da hora, e nunca finalizamos os deveres. Será que alguém consegue dormir com a sensação de “hoje eu fiz tudo”? Eu não. Por isso, tenho insônia. Minha agenda mental mata todos os carneirinhos que tentam pular enquanto eu tento dormir. A rapidez do meu pensamento não acompanha a lerdeza do meu ser biológico.

Esta é a doença do século: falta de tempo. A crise mundial veio e foi. A crise do tempo veio no final do século 20 e se estende no século 21. Será que é o início do começo de algum fim? Ou será que é o fim de algum começo? Não tenho essas respostas, mas uma coisa eu já fiz: tirei o relógio da sala. Assim, meu tempo passa mais devagar e eu consigo ter a falsa ilusão de que uma hora tem 60 minutos. Atualmente, minhas horas tem tido muito menos. Basta descobrir quem está ficando com o tempo que me levam...

Imagem de apoio do site: http://egasmoniz2.blogs.sapo.pt/arquivo/relogio.jpg

Um comentário:

Intercâmbio Literário e cultural disse...
Este comentário foi removido pelo autor.